segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Capital especulativo e Capital produtivo


Capital especulativo é um montante de recursos alocado sem a intenção de gerar lucro via trabalho ou produção.

É diferente do capital de produção, onde o investimento é feito diretamente em pessoas, equipamentos e outros bens, de modo que o trabalho gere valor, e o valor gere lucro.

Já o capital especulativo é aquele que compra 'um sistema' esperando sua valorização, e vende logo após.

Especular é antever, olhar mais longe. Qualquer um especula. Se um vendedor de refrigerante compra uma latinha por 1 real e vende por 2 reais na praia, ele está especulando que alguém irá comprar só pela conveniência de não ter que sair da areia para comprar. Quem não especula não antevê, e quem não antevê não faz nada.

Portanto, é errada a noção de que especular é uma coisa má, uma coisa feia, abominável.

O mercado de capitais, aliás, é onde respira-se especulação. O preço de uma ação é resultado de vários fatores, muitas vezes futuros, ocultos e subjetivos. Definir o preço de uma ação é ESPECULAR. E quem especula bem, ganha.

Se um capital especulativo flui através do mercado, ele está atrás de oportunidades. Pode não implicar diretamente na produção, mas fará parte de uma negociação que, um dia, já teve conexão direta com a produção.

Capital especulativo é aquele que se move no intuito de obter lucros. É simples assim. Não há pecado nisso. Ele apenas não conhece fronteiras ou limites : basta haver a oportunidade e ele entrará. Acabou a oportunidade, ele sai.

Se o governo brasileiro, por exemplo, emite títulos a taxas de juros absurdas, especuladores estrangeiros vão apreciar a oportunidade e mandarão dinheiro para cá - afinal, o governo está pagando um bom juros. Qual o problema nisso ? Nenhum, pois foi identificada uma oportunidade pelos investidores estrangeiros, e o governo está pagando.

Capital Produtivo são os recursos intangíveis e tangíveis capazes de gerar riquezas e possibilitar a criação de oportunidades de trabalho e renda para as pessoas de uma comunidade, ou seja, é todo o recurso investido para gerar produtos, lucros e oportunidades de trabalho para os habitantes da cidade onde a empresa está situada.

Como por exemplo, um investidor tem em mãos R$ 1 milhão para investir. Se o investidor aplica esses recursos na construção de uma fábrica, por exemplo, gerando um número X de empregos e produzindo algo, então nesse caso, o Capital é Produtivo, por que ele está gerando lucros e oportunidades de trabalho.


Nomes: Gabriel Barbosa, Guilherme Luciano, Iago Prado, Igor Souto, João Paulo, Lucas Brito, Lucas Nunes, Luiz Felipe e Luiz Fernando.

Fonte das imagens:

http://www.medgadget.com/archives/img/nyse.jpg
http://www.revistaportuaria.com.br/arquivos/noticia_120471993347ce913d8a2fe.jpg

Fonte do texto: http://br.answers.yahoo.com/

13 comentários:

julia viotti disse...

Então quando a Pão (Bárbara) vendia trufas por R$2 (um absurdo!), ela especulava que nós não iríamos resistir, mesmo com esse preço =/ Igual ao cara da praia!

João Vitor 1m3 disse...

Quando eu crescer.. quero ser um bom especulador!! =]
Quando consumidores, achamos que o preço que os comerciantes nos passam é um abusurdo, já que na maioria das vezes seu lucro é de 100% ou mais.
Agora, quando nós somos os comerciantes, percebemos que temos de lucrar de qualquer forma (experiência própria). Esse é o mundo em que nós vivemos... comprar e revender sempre com o objetivo de lucrar!

virginia disse...

"Portanto, é errada a noção de que especular é uma coisa má, uma coisa feia, abominável."
Juro que achava que isso era uma coisa ruim, mas agora deu pra perceber bem como que funciona!

"Capital especulativo é aquele que se move no intuito de obter lucros. É simples assim. Não há pecado nisso. Ele apenas não conhece fronteiras ou limites : basta haver a oportunidade e ele entrará. Acabou a oportunidade, ele sai."
o mundo se move basicamente nisso! não é?

luiz fernando disse...

Eu tambem quero ser um bom especulador quando crescer !!!
= / já cresci

MAs...
Capital especulativo tem seus lados bons e seus lados ruins.
Bons: O comerciante lucra pra caramba

Ruins: Nos consumidores pegamos caro para que os comerciantes lucrem.

]como a Virginia disse acima:
"o mundo se move basicamente nisso! não é?"

Lucas Brito disse...

É o ciclo do capitalismo!
como disse o luiz tem seus lados bons e ruins!

lucas nunes 1m3 disse...

infelizmente o mundo gira atraves dessa forma somente quem souber investir,a hora para colocar dinheiro,a hora de retirar o dinheiro e quem realmente vai lucrar

João Paulo 1m3 disse...

éeee.. o mundo capitalista é assim mesmo..enquanto muitas empresas geram lucros absurdos com o dinheiro de todos como por exemplo a microsoft..outras empresas estão a beira da falencia

Priscila Lima disse...

hoje em dia é assim mesmo, os comerciantes querem saber só do lucro! compram uma mercadoria por 5reais e revendem por no minimo 8. o pior é temos q comprar de qualquer jeito pois é necessidade.
ou seja, eles ganhando, e a gente só perdendo!

lorene disse...

O comerciante lucra nós perdemos dinheiro...
isso não é nada legal...

Luanny Souto disse...

Ah Lo concordo com você até certo ponto, nós não perdemos dinheiro simplismente, em vão, nós pagamos por algo que consumimos, é simples. Agora basta você saber administrar seu dinheiro e gastar com o que realmente é necessário.

Marianna disse...

Hoje em dia quem não quer ter lucro? Os comerciantes lucram em 100% e nós consumidores não podemos fazer nada, nós precisamos daquilo e temos q pagar, fazerl o que né?

luiz Felipe R. disse...

Luiz Felipe R.
Deveriamos esperar mais investimentos das empresas, pois, pelo menos assim, poderiam ajudar de alguma forma com geraçao de empregos, ja que o Brasil nao é capaz de suprir essa necessidade.

Jared disse...

Great post. I especially found it interesting. For this matter, once I discussed with one of my friends, www.geonlineservice.com not only about the content you talked about, but also to how to improve and develop, but no results. So I am deeply moved by what you said today.